Menu

O SINDICATO

O QUE É SINDICATO

Pela trajetória de luta do sindicalismo no Brasil, não é difícil compreender o que é o Sindicato.

O Sindicato foi um espaço construído pelos próprios trabalhadores no desenvolvimento da história, apesar da sua oficialização enquanto instituição pelo Estado.

A simples existência de uma sede com seu corpo administrativo é insuficiente para conceituar o Sindicato. Ele é muito mais do que isso.

Sociologicamente podemos afirmar que o Sindicato é o resultado da ação das massas organizadas em busca de conquistas imediatas e profundas, como salário, emprego, participação política, etc.

A função do Sindicato é criar as condições para que, também, os trabalhadores busquem sua afirmação enquanto “sujeito político autônomo”, capaz de forjar um projeto alternativo de sociedade.

PARA QUE SERVE O SINDICATO

Em síntese, o Sindicato serve para defender os interesses da categoria e organizá-la para conquistas coletivas em defesa de seus direitos e necessidades.

COMO FUNCIONA O NOSSO SINDICATO

Nosso Sindicato funciona com uma diretoria eletiva a cada cinco anos, escolhida a partir de um programa de trabalho.

Essa diretoria se reúne para discutir o dia a dia do Sindicato, traçar e propor planos de trabalho, de luta e seus encaminhamentos.

FRENTES DE TRABALHO

Nosso Sindicato se divide em fretes de trabalho, tendo como finalidade uma melhor organização e maior agilidade nos encaminhamentos; Imprensa e Comunicação; Assistência, Saúde, Lazer e Cultura; Jurídico; Formação Sindical; Previdência; Assuntos Intersindicais e Assuntos Parlamentares.

COMO SÃO TOMADAS AS DECISÕES NO SINPRO – INSTÂNCIAS DE DELIBERAÇÃO

Todos os associados participam das assembleias, que são a instância de decisão abaixo do Congresso que acontece a cada 3 anos. Outro nível de decisão é a Diretoria efetiva para dirigir o SINPRO num período de cinco anos. Todo sindicalizado pode concorrer á eleição. Outra forma de participar é como delegado sindical.

ABRANGÊNCIA

Bauru, Águas de Santa Bárbara, Agudos, Arandu, Arealva, Areiópolis, Avaí, Avaré, Bariri, Barra Bonita, Bocaina, Boracéia, Borebi, Botucatu, Cabrália Paulista, Cerqueira César, Dois Córregos, Duartina, Espírito Santo do Turvo, Fartura, Igaraçu do Tietê, Ipaussu, Itapuí, Itatinga, Lençóis Paulista, Macatuba, Manduri, Mineiros do Tietê, Óleo, Pardinho, Paulistânia, Pederneiras, Piraju, Pirajuí, Piratininga, Pratânia, Presidente Alves, São Manuel, São Pedro do Turvo, Sarutaiá, Taguaí, Tejupá e Timburi.

Voltar